Professora Doutora Raquel Teixeira

Dep Profa Raquel Teixeira

 

Biografia Professora Doutora Raquel Teixeira – membro honorário

Raquel Alessandri Figueiredo Teixeira nasceu em Goiânia em 24 de novembro de 1946. Filha do primeiro cardiologista da capital, o médico Clovis Figueiredo e da pedagoga Maria Antonieta Alessandri, uma das fundadoras da Irradiação Espírita Cristã. Irmã de Clóvis, Eurípedes e Marcos. Casada com o arquiteto Alládio Teixeira Álvares Júnior, mãe de Alládio Neto, Andrea e Ana Paula e avó de cinco netos.

Ela cumpre seu segundo mandato como deputada federal (2003/2006 - 2007/2010), eleita e reeleita pelo PSDB de Goiás.

Na Academia

Antes de assumir uma vaga no Congresso Nacional, a Deputada Professora Raquel Teixeira já era conhecida e respeitada pelo seu trabalho na área Acadêmica, no Brasil e no Exterior. Professora universitária, formada em Letras, mestre (UnB e Universidade da Califórnia, Berkeley, EUA) e doutora (UC, Berkeley, EUA) em Lingüística. Possui pós-doutorado em Língua e Cultura pela Escola de Altos Estudos de Paris.

Foi sua mãe, Maria Antônieta, quem despertou na filha a paixão pela Educação. Aos 15 anos, Raquel Teixeira ministrava a sua primeira aula. Começava então, o sonho de transformar o mundo por meio da Educação.

Raquel é docente titular da Universidade Federal de Goiás, onde foi vice-diretora e diretora (de 1989 a 1994), do então Instituto de Ciências Humanas e Letras. Ao sair da diretoria, assumiu a Pró-Reitoria de Assuntos Internacionais por quatro anos e chegou a disputar a Reitoria da Universidade. Também foi vice-presidenta da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Letras e Lingüística (Anpoll) e atuou como consultora ad hoc na Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), entre outros cargos.

Publicou artigos científicos em revistas nacionais e internacionais, fez conferências no Brasil e no exterior. É consultora e conselheira de várias instituições nacionais de fomento e incentivo à pesquisa e integra o Comitê Técnico do Compromisso Todos pela Educação um movimento cujo presidente é Jorge Gerdal, e que, junto com o governo e a sociedade, organiza a luta para uma educação de qualidade para as crianças e jovens do nosso país.

Secretaria da Educação de Goiás

Até 1998, sua atividade política se restringia ao movimento científico e acadêmico. Quando foi convidada pelo então candidato Marconi Perillo para coordenar o Plano de Educação de seu Programa de Governo, aceitou o desafio e acabou assumindo o cargo de Secretária de Educação de Goiás (1999-2001)(fotos 1 e 2) no primeiro governo de Perillo.

Foi quando teve o privilégio de participar, junto com professores e funcionários administrativos, de uma profunda mudança na Educação goiana, em seus fundamentos e em sua prática:  ajudou a criar e a expandir a Universidade Estadual de Goiás (UEG); a Bolsa Universitária; implantou o projeto da Licenciatura Plena Parcelada que qualificou os professores da rede; investiu na qualidade das escolas e aprendizagem dos alunos;democratizou as escolas com Eleições Diretas para diretor e acabou com as filas para a matrícula na Rede Estadual de Ensino. Criou o Programa “Paz é a Gente que Faz” e o “Programa Salário Escola”.

Como membro do Conselho Nacional de Educação (1999-2001), foi relatora, entre outros, das Diretrizes Curriculares para a Formação em Nível Superior de Professores de Educação Básica. Como presidente do CONSED (Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação), participou ativamente da implementação do Plano Nacional de Educação; das ações de Políticas de Educação Especial e de Educação Profissional. Também atuou na proposição de políticas para educação rural e transporte escolar e no aperfeiçoamento dos mecanismos de financiamento da Educação.

Primeiro mandato

Decorrência natural de sua história de vida e de sua atuação como Secretária de Educação, a Professora Raquel, que gostava das salas de aula, descobriu que seu sonho de transformar o mundo por meio da Educação ficava cada vez mais forte e, aparentemente, mais próximo, ao ser escolhida para um novo desafio: disputar uma vaga na Câmara dos Deputados em 2002. 

Foi eleita com os 126.854 com o nome parlamentar de Professora Raquel Teixeira. Votos de confiança que recebeu com humildade e responsabilidade para um trabalho sério e condizente com a atuação acadêmica e administrativa na UFG e na Secretaria de Educação do Estado de Goiás (SEE). Ficou entre os três deputados federais mais bem votados do Estado.

Ensino fundamental de seis anos

Essa vitória permitiu uma atuação cotidiana de Raquel na Câmara Federal em defesa da igualdade de oportunidades e do acesso à educação de qualidade para todos, que resultou em uma conquista histórica para a educação no Brasil: está em vigor uma lei de autoria de Raquel que leva as crianças para a escola com seis anos e amplia para nove a duração do ensino fundamental. Isso garante um ano a mais de escolaridade na vida da criança, numa época crucial para o seu desenvolvimento, bem como revê todo o conceito de alfabetização.  O primeiro projeto do Fundeb, de 2003, também é de autoria da Professora Raquel Teixeira. Através dele, haverá uma linha de financiamento para a educação infantil e para o ensino médio, e Raquel também trabalha para que a União contribua com 10% dos custos da educação básica. Para Raquel Teixeira, combater a violência, o desemprego e a fome só é possível com Educação.

A atuação política de Raquel Teixeira sempre foi pautada por relações éticas e em defesa de idéias distantes do clientelismo e do fisiologismo. Paralelamente á atividade parlamentar ela também foi diretora de Estudos e Pesquisas e de formação política do Instituto Teotônio Vilela, a cabeça pensante do PSDB. Presidiu o PSDB Mulher- Goiás e faz parte do seleto grupo de parlamentares amigos da UNESCO tendo sido escolhida Embaixadora da Paz pela UNIPAZ, em 2006. Recebeu títulos de Cidadania de vários municípios goianos e várias medalhas de honra ao mérito.

Ciência e Tecnologia

Entre 2005 e 2006 licenciou-se do mandato parlamentar para assumir a secretária e de Ciência e Tecnologia (foto 10), já no segundo mandato de Marconi Perillo, uma área condizente com sua história de lutas em favor do desenvolvimento científico. Foi quando conseguiu garantir a destinação de 3% do orçamento do Estado para Educação Superior, Ciência e Tecnologia, implantou vários Telecentros em todo o Estado. Aliada aos ideais da Academia e dos pesquisadores assumiu e cumpriu o compromisso com a comunidade científica e consigo mesma, de criar a Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás (Fapeg). Um sonho de décadas, que teve início nos anos 1970, na UFG e cuja concretização em dezembro de 2005, na opinião de Raquel, significou uma vitória de todo o movimento científico goiano liderado pela SBPC- GO, Adufg e outras entidades. 

Em função de sua atuação como defensora da Ciência e da Tecnologia, Raquel Teixeira recebeu homenagem da SBPC-GO e da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Goiás como Parlamentar Amiga da Ciência e Tecnologia, em abril de 2006. Também  foi homenageada pelo CNPq e pela Associação Nacional do PET. Todos os segmentos ligados à Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Inovação sabem que encontram  na professora uma parceira pronta a lutar por essas bandeiras. 

Reeleição

Ao retornar à Câmara em 2007, reeleita, a Professora Raquel Teixeira  reafirmou seus compromissos de lutar por orçamentos mais adequados para as Universidades Públicas, para a educação como um todo, para a pesquisa científica e as inovações tecnológicas e por melhores condições de trabalho para professores e servidores da educação. Assumiu também o compromisso de lutar pela criação do Restaurante Cidadão Universitário, de avançar ainda mais nas políticas públicas de Juventude, de ampliar e rediscutir os critérios da Bolsa Universitária. Bandeiras maiores  que, segundo ela, são instrumentos de democratização do conhecimento.

Assistência social

Em uma rápida passagem pela Secretaria de Cidadania do Estado de Goiás, entre abril e junho de 2007, a convite do governador Alcides Rodrigues, se apaixonou pela assistência social, em todos os seus aspectos, inclusive na questão do menor em conflito com a lei,  bandeiras que se incorporaram definitivamente às suas outras lutas.  Foi quando descobriu que, oito anos depois da implantação dos programas de transferência de renda em Goiás, como o Salário-Escola e o Renda Cidadã, seria preciso reestruturá-los como programas de transferência de renda com perfil emancipatório. De volta à Câmara, em julho de 2007, Raquel  integrou-se à “Frente Parlamentar de Assistência Social”, que luta pelo Sistema Único de Assistência Social.

Parlamentar atuante

Entre os destaques das atividades parlamentares, a Deputada Professora Raquel é membro da Comissão de Educação, da Comissão de Ciência e Tecnologia, do Conselho de Altos Estudos e de várias Frentes Parlamentares. Na Frente Parlamentar de Informática, cabe a ela a responsabilidade de definir um Plano Nacional de Qualificação Profissional na área de Tecnologia da Informação. É atuante na Bancada Feminina. Autora de vários projetos, ela luta pela regulamentação da atividade profissional do psicopedagogo; para obrigar as empresas e instituições públicas e privadas que tenham página na Internet a disponibilizarem endereço completo e telefone; para tornar torna obrigatória a contratação de um educador assistente para cada professor de educação infantil; pela criação do Fundo Nacional de Assistência ao Estudante de Nível Superior (Funaes),  com recursos destinados  aos estudantes de baixa renda das instituições públicas de ensino superior.

Seu maior desafio em 2009 será a aprovação de uma Lei de Responsabilidade Educacional nos moldes da Lei de Responsabilidade Fiscal para promover a qualidade da Educação e estabelecer metas para o setor vinculando a aplicação de verbas aos resultados.

Valores de família

A vida pessoal, profissional e política da professora deputada Raquel Teixeira são pautadas pelo trabalho, pela ética, moral, honestidade e verdade, valores que aprendeu em casa com os pais. Valores responsáveis pela coragem de enfrentar a todos e confirmar o envolvimento de deputados no escândalo do “mensalão”, um fato que Raquel Teixeira preferia não ter vivido, e que lamenta pelos prejuízos causados ao Congresso Nacional e seus verdadeiros representantes.

Goiânia 2008

Personalidade homenageada: :Maria Antonieta Alessandri

Bookmark and Share