HÉLIO ROCHA

FUNDADOR E PRIMEIRO TITULAR DA CADEIRA 32- HÉLIO ROCHA(HÉLIO ROCHA), de Corumbá de Goiás, Goiás, 14.08.1940, escreveu, entre outros, “OS INQUILINOS DA CASA VERDE-GOVERNOS DE GOIÁS DE PEDRO LUDOVICO A MAGUITO VILELA”(1998), JK PARA A JUVENTUDE(2002), SETE DÉCADAS DE GOIANIA(2003), CELG 50 ANOS-MEMORIA DA ENERGIA EM GOIAS(2005), FARMACÉUTICO-PROFISSIONAL A SERVIÇO DA VIDA(Kelps, 2006), sem dados biográficos completos nos livros. Filho de Benedito Odilon Rocha e de Ana Valle Rocha. 
Após os estudos primários em sua terra natal, mudou-se para Goiânia e passou a estudar no Ateneu Dom Bosco. Ingressou no jornalismo profissional com 19 anos de idade(1959), trabalhando no jornal “DIÁRIO DO OESTE”, dirigido por Waldemar Gomes de Melo, sendo Editor-Chefe Jávier Godinho. 
Foi também jornalista do “DIÁRIO DE GOIÁS”, editado pelo Consórcio de Empresas de Radiodifusão e Notícias do Estado(CERNE). Posteriormente, transferiu-se para o jornal “O POPULAR”, da Organização Jaime Câmara. 
Formou-se em ESTUDOS SOCIAIS, na Universidade Federal de Goiás e também em IDIOMAS. Foi integrante, em 1968, da Turma do Primeiro Curso Bloch de Comunicação. Trabalhou no Rio de Janeiro e em Brasília. 
Ao retornar a Goiânia, tornou-se, em 1972, Editor-Chefe do jornal “POPULAR”. Criador da coluna GIRO, de que também foi titular. 
Em 1980, esteve no jornal DIÁRIO DA MANHÃ, participando, inclusive, de sua implantação. 
Retornou, em 1982, como Editor Especial do jornal O POPULAR, sendo hoje(1998), responsável pela produção de várias colunas, inclusive, pela página MEMORANDUM. Trabalhou na sucursal do CORREIO BRASILIENSE. Correspondente de O GLOBO, VEJA e ASSOCIATED PRESS. 
Seu pai, Benedito Odilon Rocha, além de ter escrito o livro “5O ANOS DE POESIA”, foi também membro da Academia Goiana de Letras, tendo ocupado a Cadeira 17, cujo Patrono é Joaquim Maria Machado de Assis, de que foi fundador Joaquim Carvalho Ferreira de Azevedo, tendo sido titular Jaime Câmara, hoje(1998), ocupada por Antonio José de Moura. 
Os irmãos de Hélio Rocha, Reinaldo Rocha, Ana Cláudia Rocha e Eduardo Rocha tornaram-se também respeitáveis jornalistas. Maria das Graças, Laila e Beatriz Rocha formaram-se professoras. Edgar Rocha tornou-se médico e Paulo Rocha formou-se engenheiro. 
Quanto a Hélio Rocha, é mencionado em diversos livros, bem como em vários textos sobre jornalismo moderno. Biografado no DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO DE GOIÁS, de Mário Ribeiro Martins, MASTER, Rio de Janeiro, 1999. Estudado no DICIONÁRIO DO ESCRITOR GOIANO(Kelps, 2006), de José Mendonça Teles. 
Na Academia Goianiense de Letras é o Titular da Cadeira 32, entre os Titulares, tendo como Patrono seu pai, Benedito Odilon Rocha
É verbete do DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO REGIONAL DO BRASIL, de Mário Ribeiro Martins, via INTERNET, dentro de ENSAIO, no site www.usinadeletras.com.br ou www.mariomartins.com.br 

Bookmark and Share