Kátia Bastos Machado

Kátia Bastos Machado

Cadeira:24

Patrono:José Cândido de Carvalho

Status:

KÁTIA BASTOS MACHADO, de Porto Feliz, São Paulo, 26.04.1947, escreveu, entre outros, ESTUDOS DE LINGUAGEM, sem dados biográficos completos e sem qualquer outra informação ao alcance da pesquisa, via texto produzido. Publicou também UMA LEITURA DE NARRATIVAS DE JOSÉ CÂNDIDO DE CARVALHO(2000). Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Orientador: João Hilton Sayeg de Siqueira. 
Filha de pais não revelados em sua biografia. Após os estudos primários em sua terra natal, deslocou-se para outros centros, onde também estudou. 
Mestre em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica(PUC-SP). Atualmente é coordenadora do Curso de Letras e do Núcleo Educação da Universidade Ibirapuera. 
Também atua junto ao Departamento de Recursos Humanos da instituição no processo de contratação de professores e outros profissionais especializados em Libras para ministrarem aulas, ou mesmo a tradução do conteúdo destas, a universitários com algum tipo de deficiência auditiva. 
É também coordenadora do curso de História e de Letras. Seu livro "Estudos de linguagem", é uma série didática organizada em quatro volumes destinada a alunos do ensino fundamental (5ª a 8ª séries), publicada pela Editora Moderna. 
Apesar de sua importância, não é estudada na ENCICLOPÉDIA DE LITERATURA BRASILEIRA, de Afrânio Coutinho e J. Galante, edição do MEC, 1990, com revisão de Graça Coutinho e Rita Moutinho, em 2001 ou DICIONÁRIO HISTÓRICO-BIOGRÁFICO BRASILEIRO(2001, 5 volumes, 6.211 páginas), da Fundação Getúlio Vargas e nem é convenientemente referida, em nenhuma das enciclopédias nacionais, Delta, Barsa, Larousse, Mirador, Abril, Koogan/Houaiss, Larousse Cultural, etc. 
Não é citada no DICIONÁRIO DE MULHERES(2000), de Hilda Agnes, bem como no DICIONÁRIO DE MULHERES DO BRASIL(2000), de Schuma Schumaher e nem no livro ENSAÍSTAS BRASILEIRAS(1993), de Heloísa Buarque de Holanda e Lúcia Nascimento Araújo. 
Não é mencionada no DICIONÁRIO CRÍTICO DE ESCRITORAS BRASILEIRAS, de Nelly Novaes Coelho. 
Na Academia Goianiense de Letras é a Titular da Cadeira 24, entre os Correspondentes, tendo como Patrono José Candido de Carvalho. 
É verbete do DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO REGIONAL DO BRASIL, de Mário Ribeiro Martins, via INTERNET, dentro de ENSAIO, no sitewww.usinadeletras.com.br ou www.mariomartins.com.br

Bookmark and Share