ELIZABETH ABREU CALDEIRA BRITO

Elizabeth Cadeira Brito

Cadeira:25

Patrono:Leo Lincy (Cilinêu de Araújo)

Status:

ELIZABETH ABREU CALDEIRA BRITO(BETE), de Goiânia, Goiás, 14.06.1955, escreveu, entre outros, DIMENSÕES DO VIVER(2004-Poemas), QUATRO POETAS GOIANOS(Biografia), sem dados biográficos completos nos textos e sem qualquer outra informação ao alcance da pesquisa, via textos publicados. 
Filha de Pedro Abreu Caldeira e Romilda Ribeiro Caldeira. Após os estudos primários em sua terra natal, nela também fez todos os demais estudos. 
Em 1978, com 23 anos de idade, concluiu o curso de Educação Física, pela Escola Superior de Educação Física de Goiás(ESEFEGO). Pela Universidade Católica de Goiás, em 1983, quando tinha 28 anos, concluiu o curso de Psicologia. 
Com renomados professores nacionais e internacionais, fez diferentes cursos de atualização e aperfeiçoamento em Dança, nas cidades de São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro. Pela Universidade Salgado de Oliveira(UNIVERSO), concluiu o curso de Pós-Graduação em Educação Física. 
Na Universidade Católica de Goiás, terminou Pós-Graduação em Psicologia, na área do Ensino Especial. Foi professora de Educação Física da ESEFEGO. Deu aulas de dança, yoga e ginástica, em diversas Academias, Escolas e Colégios de Goiânia. Lecionou, como Professora Convidada, para cursos regulares, bem como para alunos da UNATI(Universidade Aberta à Terceira Idade). Ministrou aulas de dança em Brasilia. 
Como Bailarina e Professora Coreógrafa participou de amostras e festivais de dança na Capital do Estado de Goiás e também no interior do Estado. 
Aprovada em Concurso Público, em primeiro lugar, foi Professora de Dança do Centro Livre de Artes, da Secretaria Municipal de Cultura de Goiânia, onde também foi Diretora por muitos anos, tendo participado da criação do Corpo de Baile do Municipio de Goiânia. 
Coordenou a Equipe de Apoio aos Portadores de Deficiência Visual da Superintendência de Ensino Especial, da Secretaria de Educação e Cultura do Estado de Goiás. Tem participado de Seminários e Cursos, na área do Ensino Especial, em diferentes cidades do Brasil. Ministrou cursos e treinamento para os professores da capital e do interior. 
Atualmente(2005), é Chefe de Gabinete do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, sob a Presidência do escritor José Mendonça Teles, também membro da Academia Goiana de Letras e seu ex-presidente. Hoje(2007), o Presidente do Instituto é o Promotor de Justiça Aposentado Aidenor Aires Pereira. 
Quanto a Elizabeth, participa também da programação e execução de todas as atividades culturais desenvolvidas pelo Instituto, coordenando inclusive um trabalho de pesquisa junto às escolas goianas. No mais, tem poesias publicadas em diversos jornais e revistas do Estado de Goiás e na Coletânea Poética do PROJETO EM DOSES-FOME ZERO. 
Participa da ANTOLOGIA POÉTICA BRASILEIRA(GOIANA), ilustrada por Yvan Avena. Seus trabalhos poéticos estão traduzidos para o espanhol e francês, além de publicados em revistas da Europa. 
Membro da União Brasileira de Escritores de Goiás, da Comissão Goiana de Folclore, da Associação Goiana de Imprensa e da Academia de Letras, Ciências e Artes de Bela Vista. 
No Instituto Histórico e Geográfico de Goiás é a 2ª Titular da Cadeira 07 que tem como Patrono Arlindo Pereira Cardoso e de que foi 1º Titular José Asmar. É também a eficiente 2ª Secretária do Instituto que atualiza os dados da instituição no sitewww.ihgg. org. 
Apesar de sua importância, não é mencionada na ENCICLOPÉDIA DE LITERATURA BRASILEIRA, de Afrânio Coutinho e J. Galante, edição do MEC, 1990, com revisão de Graça Coutinho e Rita Moutinho, em 2001 ou DICIONÁRIO HISTÓRICO-BIOGRÁFICO BRASILEIRO(2001, 5 volumes, 6.211 páginas), da Fundação Getúlio Vargas e nem é suficientemente estudada, em nenhuma das enciclopédias nacionais, Delta, Barsa, Larousse, Mirador, Abril, Koogan/Houaiss, Larousse Cultural, etc. 
Na Academia Goianiense de Letras é a Titular da Cadeira 25, entre os Correspondentes, tendo como Patrono Leo Lynce. 
É verbete do DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO REGIONAL DO BRASIL, de Mário Ribeiro Martins, via INTERNET, dentro de ENSAIO, no sitewww.usinadeletras.com.br ou www.mariomartins.com.br

Bookmark and Share