AUGUSTA FARO

Augusta Faro Fleury de Melo

Patrono:Pietro Ubaldi

 

AUGUSTA FARO(AUGUSTA FARO FLEURY DE MELO), de Goiânia, Goiás, 04.11.1948, escreveu, entre outros, "MORA EM MIM UMA CANÇÃO MENINA"(POEMAS-1982), "O DIA TEM CARA DE FOLIA"(POEMAS-1991), "AVESSOS DO ESPELHO"(POEMAS-1995), "LUA PELO CORPO"(POEMAS-1994), "ESTADO DE GRAÇA"(POEMAS-1988), "ALICE NO PAÍS DE CORA CORALINA", "POR QUEM CHORA POTIRA?". Publicou também “A FRIAGEM”(CONTOS--1995), “A MENINA QUE VIAJOU PARA O SOL”(CONTOS-1997), “O AZUL É DO CÉU?”(1990), “O USAR A CUCA É MELHOR DO QUE PANÇA”(1992), “A DOR DIVIDIDA-UM CASO DE AIDS”(1994). 
Formada em Pedogogia pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás. Fundadora do Centro Educativo Piaget. 
Escritora, Ensaísta, Poetisa. Pesquisadora, Contista, Cronista. Memorialista, Intelectual, Pensadora. Ativista, Produtora Cultural, Literata. Administradora, Educadora, Ficcionista. Professora, Oradora, Conferencista. Curso de Mestrado em Literatura e Linguística. Membro da União Brasileira de Escritores de Goiás, de que recebeu o TROFÉU TIOKÔ, do Conselho Estadual de Cultura, da Academia Feminina de Letras e Artes de Goiás, Cadeira l5. Detentora do “PRÊMIO ALEJANDRO JOSÉ CABASSA”, da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro. 
Presente em diversas entidades sociais, culturais e de classe, entre as quais, Academia Goiana de Letras, onde tomou posse na vaga de Altamiro de Moura Pacheco, na Cadeira 26, cujo Patrono é José Xavier de Almeida. Descrita nos livros ESTUDOS LITERÁRIOS DE AUTORES GOIANOS e ESCRITORES DE GOIÁS, de Mário Ribeiro Martins. Verbete da antologia COLHEITA-A VOZ DOS INÉDITOS, de Gabriel Nascente. Presente na ESTANTE DO ESCRITOR GOIANO, do Serviço Social do Comércio e em diversos textos de poesia e prosa. Titular do Conselho Estadual de Cultura. 
Encontra-se na ENCICLOPÉDIA DE LITERATURA BRASILEIRA, de Afrânio Coutinho, Edição do Mec, l990, além da PEQUENA HISTÓRIA DA LITERATURA GOIANA, de Alaor Barbosa, bem como na antologia A POESIA GOIANA NO SÉCULO XX, de Assis Brasil e ainda em GOIÁS-MEIO SÉCULO DE POESIA, de Gabriel Nascente. 
Biografada no DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO DE GOIÁS, de Mário Ribeiro Martins, MASTER, Rio de Janeiro, 1999. Estudada no DICIONÁRIO DO ESCRITOR GOIANO(Kelps, 2006), de José Mendonça Teles. 
Nasceu em Goiânia, Goiás, no dia 04 de novembro de 1948. Filha de Augusto da Paixão Fleury Curado e Ivany Fleury. 
Iniciou, em 1954, os estudos primários em sua terra natal. Nos anos seguintes, em colégios diferentes, fez os cursos de “humanidades”. 
Matriculou-se na Faculdade de Educação, da Universidade Federal de Goiás, onde se formou em Pedagogia, tornando-se professora. 
Aos 15 anos de idade, passou a se envolver com educação, terminando por fundar em Goiânia, ao longo do tempo, o Centro Educativo Piaget. 
Mestra em Literatura, pela Universidade Federal de Goiás, nas áreas de Teoria da Literatura e Linguística. 
Seu primeiro livro de poesia, “MORA EM MIM UMA CANÇÃO MENINA”, foi publicado em 1982. 
Defensora do Patrimônio Histórico e Ecológico de Goiás, tem sido membro do Conselho Estadual de Cultura e da Academia Feminina de Letras e Artes. 
Detentora do TROFÉU TIOKÔ, em 1993, concedido pela União Brasileira de Escritores de Goiás, de que é membro. 
No Instituto Histórico e Geográfico, ocupa como 2ª Titular a Cadeira 22, tendo como Patrono Sebastião Pompeu de Pina e 1º Titular Braz Wilson Pompeu de Pina Filho. Na atual diretoria(2007-2009), é a 2ª Tesoureira. 
Com dezenas de livros publicados, foi eleita para a Academia Goiana de Letras, Cadeira 26, cujo Patrono é José Xavier de Almeida e de que foi Titular Altamiro de Moura Pacheco. 
Atualmente(2007), é Presidente da Academia Feminina de Letras e Artes de Goiás. 
Membro da Associação Goiana de Imprensa, da Academia de Ciências, Letras e Artes de Trindade, Gabinete Literário da Cidade de Goiás. Sócia fundadora do Museu Casa de Cora Coralina, em Goiás Velho. 
É verbete do DICIONÁRIO BIOBIBLIOGRÁFICO REGIONAL DO BRASIL, de Mário Ribeiro Martins, via INTERNET, dentro de ENSAIO, no sitewww.usinadeletras.com.br ou www.mariomartins.com.br

Bookmark and Share